Incomunicabilidade

Para ti

Eterno.

Cópia infiel,
Idas e vindas.

De tudo o que não falamos
Não perdemos as melodias que restaram.
De tudo o que não olhamos
Não nos furtamos de saborear em silêncio.
De tudo o que ainda não vivemos,
Não nos contentamos com rasos pontos finais.

Vai e volta,
Teu eu ao meu lado
Meu, teu, em algum lugar nosso
Eterno, tangível, incrustado: se não na pele, em outro lugar.

Navegação de Post Único

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: